Brasil e Canadá em bate-papo sobre carreira e tecnologia

Startup Talking Tecnologia - Larissa Lopes

Essa semana o Papo participou do STARTUP TALKING – O Mercado de TI do Brasil ao Canadá. Foi um papo on-line, descontraído, entre Ilya Brotzky da VanHack, Edinor Júnior e Adaylon Borges da Go Talent, Danilo Inácio da World Tech Makers e euzinha, para trazer todas as informações pra você.

A Go Talent, organizadora do evento, é uma empresa que tem como objetivo facilitar o processo de captação de novos profissionais de tecnologia para as empresas, fazendo a ponte entre eles. A Go Talent foi criada por gente que cansou de ver boas empresas e bons profissionais não se entenderem. Alguém aí se identifica?

O Papo sobre tecnologia abriu alguns horizontes e trouxe oportunidades. E a grande dica foi uma que a gente já tem visto aqui no Papo: o mercado de Marketing Digital sempre vai ter demanda. O mercado mudou, o mundo mudou, não tem como fugir disso. Se você sabe programar, nunca vai ficar sem trabalho.
Há falta de profissionais no mercado e essa é uma oportunidade para quem está escolhendo que faculdade fazer ou mesmo para quem está saindo da graduação.

Os profissionais do debate disseram que um profissional deve se atualizar o tempo todo, estudar sempre (bem parecido com o nosso mundo off-line, né?). Dizem também que é importante sempre saber um pouco de tudo, para não limitar as suas possibilidades dentro de um projeto.

E o mercado no Canadá?

O mercado brasileiro que paga os melhores salários é o de São Paulo, que é a capital da tecnologia no Brasil. Variando de acordo com o nível do profissional e a complexidade da função, entre R$ 3.500,00 e R$ 10.000,00.
No Canadá, Ilya Brotzky, citou números que ficam nessa média, porém o país oferece um custo de vida diferente do que nós temos por aqui, onde saúde e educação são de graça e com qualidade, por exemplo.
O Canadá oferece bolsas e o Express Entry, que é um programa do governo para te ajudar a achar o caminho por lá.
Ele sugere para os profissionais que tem interesse em ir pro Canadá, que interajam no Linkedin com profissionais de lá, aumentem a sua rede de relacionamentos. Assim é possível começar a trabalhar remotamente e se organizar para ir pra lá. Outra dica é ir como estudante. Ele disse que Java, HP e Dotnet são muito utilizados no Brasil e também são utilizados lá, então a dica é começar por aí.

Brasil - CanadáO que ele destaca é a experiência que você vai ter trabalhando numa empresa fora do Brasil. Disse também que a linguagem de programação é universal, então quem trabalha com isso, não tem fronteiras, pode trabalhar em qualquer lugar do mundo. Tem intercâmbio especializado para o mundo de tecnologia.
O mercado mobile está crescendo muito, programadores para Android e IOS são profissionais que não precisam de grandes experiências, não precisam se aprofundar muito, pois as plataformas são bem mais limitadas. Além disso, a linguagem é mais simples e de fácil assimilação. Eles indicam para todos os profissionais que ainda não tiveram uma experiência mobile: façam-na.

Como dá pra perceber, o papo foi bom, mesmo para quem, como eu, não é tão íntima desse mercado, e vale a pena acompanhar também pelo link do bate-papo na íntegra.

Assistam aqui.

Você pode gostar...