DRT de Publicitário, você já tem?

Carteira de trabalho - DRT Publicitário

Você vai, se esforça no desafio do vestibular, escolhe Publicidade e Propaganda, enfrenta anos de cadeira, se dedica e finalmente consegue o tão sonhado diploma.
Pronto: você é um publicitário!
Mas aí eu pergunto: você tem o DRT de Publicitário? Nãããão???
Calma, nem tudo está perdido, o Papo vai fazer algo que ninguém fez por você até hoje, vai dar todas as dicas para você conquistar seu Registro Profissional. E o melhor, sem custo.

O registro profissional é um cadastro obrigatório a todos os trabalhadores que exercem atividades regulamentadas por legislação própria, entre os quais os publicitários. A concessão do registro, feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), só pode ser feita mediante a apresentação do profissional nas superintendências do trabalho, com toda documentação exigida. Mas o processo pode ser iniciado online e depois todo acompanhamento também pode ser via site.

Vamos lá, é simples, mas acompanhe os passos.

Passo 1

  • Acesse aqui
  • Preencha todos os dados

IMPORTANTE: No site existem opções para ESTUDANTES e PROFISSIONAIS sem diploma também requererem, neste último caso, mediante apresentação de declaração de empregador, mas é bom ir com tudo certinho, pois a informação é diferente do que recebi no atendimento pessoal.
De qualquer forma, vale o que está escrito e brigar por isso pode valer a pena.

Passo 2
Reuna todos os documentos listados e leve até a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. Em Campo Grande, na Rua 13 de Maio, 3124 – 3º andar – Setor de Registro Profissional. O prazo máximo de apresentação é 30 dias após preencher o formulário online.
O atendimento foi rápido e não havia fila. Pelo menos antes de a gente divulgar essa dica.

ATENÇÃO: Levar os documentos originais e cópias (isso é fundamental)

  • Formulário peenchido online (duas vias)
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social, cópia do número, série e qualificação civil
  • Documento de Identificação (RG, pois precisa da data de emissão, evite CNH)
  • Cadastro de Pessoas Físicas (CPF, evite CNH)
  • Comprovante de Residência
  • Certificado de conclusão de curso superior (devidamente assinado, inclusive por você)
  • Certidão de Casamento, se houver alteração de nome
  • Prova de pagamento do imposto sindical, se for optante

Passo 3

DRT Publicitário

Falta o seu processo aqui

Certamente você será muito bem atendido.
Foi assim comigo.
Os documentos estando ok, após conferência, você desce e protocola tudo no térreo e pronto, seu processo começa a tramitar.
Sua carteira de trabalho vai ficar lá durante o processo
Em média de 10 dias você já sabe se foi deferido ou não, e sua carteira é liberada (com o DRT).
Ah!… e pode acompanhar o processo online, o tempo todo, aqui.
E em caso de decisão contrária, cabe recurso.

Pronto!
Super dica do Papo, né?!
Boa sorte. Corra. Não! Voe atrás do que é seu, e depois conte pra gente se tudo deu certo.
E passe a dica adiante.

Você pode gostar...