English House: O Inglês particular nunca foi tão particular

English House
PUBLIEDITORIAL

Paparicar o aluno… essa é a tarefa delas, conhecendo a personalidade e gostos. English House é uma escola charmosa, que cuida de cada aluno individualmente, tanto no programa de aulas, quanto nos mimos.
Todo aluno é paparicado, faz parte da didática. Os alunos são recebidos com aquilo que gostam, seja café, chá ou bolo de cenoura… Elas sabem do que cada um gosta e fazem o que eles gostam. As pessoas são tratadas como… pessoas!

Em minha visita à Escola fui recebida com muito carinho pelas sócias, Yvelize e Diva, que me contaram que a English House trata cada aluno com uma atenção especial e que esse é um dos segredos do sucesso da Escola, e do aprendizado.
Acompanhe este Papo, que teve muita risada, fotos e café (porque eu também fui paparicada com a bebida que gosto!).

English House – relação humana com o aluno

Yvelize & Diva no comando da English House

Yvelize & Diva no comando da English House

A Escola vem conquistando alunos do jeito que a gente gosta de ser conquistado, com atenção e exclusividade. Lá cada aluno é único e cada aula é especial.
O inglês é trabalhado individualmente, não existem turmas, e cada aluno tem a aula personalizada pra ele, com o conteúdo voltado para o seu objetivo. Então, antes dele começar a estudar, é montado um plano exclusivo, com vocabulário direcionado.
E os mimos vêm dando resultados, eles já trabalham neste formato há oito anos, mudou pra uma sede nova e linda, e conta hoje com dez professores na equipe.

Papo: Por que vocês adotaram esse formato?
Yvelize: Porque sentimos essa necessidade no mercado. A gente trabalhava em outras escolas e percebia que a procura de alunos por aulas particulares era muito grande, então fizemos uma escola só de aulas particulares.
Diva: Percebíamos que muitos alunos adultos, não tinham mais o pique para estudar da forma tradicional, numa turma com muitos colegas. Esses adultos não rendiam, então desistiam ou buscavam aula particular. Foi aí que a English House surgiu.

Papo: Qual é o público?
Yvelize: São adultos e alguns adolescentes. Pessoas que não querem frequentar turmas com outros alunos, que têm horários apertados, que viajam muito, que precisam de uma atenção exclusiva. Temos muitos alunos da área jurídica, desembargadores, promotores, médicos, advogados, dentistas, arquitetos, engenheiros, publicitários, professores universitários, empresários…

Papo: Como são os horários?
Diva: Trabalhamos desde cedo até à noite. Cada aluno tem o seu horário individual. Alguns que não têm uma rotina definida ligam no começo da semana para encaixar sua aula.

Papo: O tempo do curso é longo?
Yvelize: Depende do objetivo. Normalmente é a metade do tempo que uma escola normal leva. Cada aula rende muito, porque é individual. E cada aluno tem um ritmo diferente, que é estimulado.
Tem aluno que não faz dever de casa, por exemplo, outros pedem tarefinhas e até prova. Assim conseguimos personalizar a aula e fazer o aluno render da melhor forma.
Diva: Curso de viagem é o curso mais procurado… a maioria dos alunos faz o curso de “sobrevivência” e depois voltam para continuar estudando.

Papo: E os resultados?
Yvelize: Na correria que o mundo vive hoje, nós conseguimos uma forma de fazer com que os alunos tenham vontade de aprender, esse é um grande diferencial. Tem adulto que não quer estudar na mesma turma de um adolescente, porque não consegue acompanhar o ritmo, a gente entendeu isso e oferece o que ele precisa.
Diva: Os alunos passam a gostar do inglês e querem aprender mais, viajar, fazer intercâmbio de adulto!
Hoje temos uma procura muito grande de alunos e a maioria deles vem por indicação, isso é um reconhecimento pra gente.

English House nas empresas

Papo na English House

Papo na English House

A English House tem pacotes exclusivos para empresas. A empresa forma grupos de alunos e a aula acontece lá. É uma forma de garantir maior empenho e assiduidade nas aulas.
O trabalho nas empresas tem um perfil adaptado também, o vocabulário é feito de acordo com o ramo de atuação e os alunos fazem provas para garantir o ritmo coletivo.

Opções e formatos para aprender não faltam. Além do trabalho na escola, as professoras ainda fazem milagre com o tempo e conseguem trabalhar como intérpretes e tradutoras.

Os paparicos fazem parte do DNA da English House. Quem não gosta de ser paparicado, né? Além disso, a escola é linda, a gente consegue sentir carinho em cada detalhe. E tudo isso com resultados efetivos.

Aceita uma dica do Papo? Liga pra elas ou visita a English House. Now!
Ah, a que tal breve um tour pela Escola?
Visite nossa galeria abaixo.

Você pode gostar...