Goiânia: Um passeio de encher os olhos pela Makro Vídeo

O Papo não tem limitação geográfica e disso a gente já sabia, né?! Aceitei o convite e fui pra Goiânia conhecer uma das maiores e mais tradicionais produtoras do país, a Makro Vídeo. Posso descrever a sensação que tive ao ser recebida lá com uma palavra da qual gosto muito: gentileza.

O jeitinho goiano é o tempero para fazer os convidados se sentirem em casa e foi o que aconteceu comigo na Makro Vídeo. Fui recebida com tanto carinho que já estou aqui me perguntando quando irei pra lá de novo. Logo na chegada o Diretor Comercial, Beto Neri, me surpreendeu com duas coisas que adoro: chocolates e café. Pude sentir o cuidado que a Makro tem com cada pessoa que está lá, seja funcionário, cliente ou mesmo quem chega para apenas algumas horas de visita.

O Papo com Beto fui muito divertido, regado a boas histórias e belas imagens. Você confere tudo agora.

Makro Vídeo

Makro Vídeo - História em Câmeras e Prêmios

Makro Vídeo – História em Câmeras e Prêmios

A história da Makro caminha junto com a história da televisão no estado de Goiás. São muitos anos de trabalho e a empresa é a maior produtora da região Centro-Oeste, atuando em vários estados do Brasil, além de ter filiais em Manaus, Palmas e Brasília.

A Makro Vídeo se destaca pela qualidade do material que entrega aos seus clientes. Conhecer a Makro me fez ver uma estrutura gigantesca, uma sala de reunião charmosa de paredes decoradas com os inúmeros prêmios que a produtora já ganhou, um livro que conta a história da televisão em Goiânia, cheio de interferências da Makro Vídeo. Mas o que mais me chamou atenção foram as pessoas, os sorrisos, o orgulho do trabalho e a disposição para fazer sempre o melhor. Você vai perceber isso nesse Papo com Beto Neri.

Papo: A que se deve o sucesso da Makro Vídeo?
Beto: O sucesso se deve à qualidade. Nós temos um padrão que é cumprido para todos os clientes, independente do tamanho e do segmento. Então, agências do Brasil inteiro nos procuram, porque sabem que podem contar com um material de qualidade assinado pela Makro.

Papo: A Makro Vídeo atua em que praças do Brasil?
Beto: A Makro não tem limites geográficos. Nós atendemos todo o Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Eu costumo visitar agências em cada um dos estados, garantindo que todos conheçam o nosso trabalho.

Temos filiais em Palmas, Manaus, Brasília e a nossa sede é aqui em Goiânia. Mas o Brasil é muito grande e nós temos muita oportunidade de crescimento ainda.

Alguns dos prêsmios conquistados Makro Vídeo

Alguns dos prêsmios conquistados Makro Vídeo

Papo: A área de atuação é bem grande. Como lidar com as diferenças do mercado?
Beto: O mercado é muito diferente mesmo. A cultura do empresário muda de estado pra estado e, junto com isso, a verba destinada à produção.

Aqui em Goiânia o mercado é voltado basicamente pro varejo, temos muitas agências e muitos clientes, isso é bom. Porém, os investimentos ainda são baixos. Alguns estados do nordeste têm um mercado bem menor e isso resulta numa estrutura de agências mais tímidas. Ainda no nordeste, algumas produtoras têm estrutura grande, com equipamentos e equipes bem qualificados, oferecendo um produto com preço mais alto e são voltadas pro mercado de fora, são empresas dos grandes centros do Brasil com filiais no nordeste, que precisam fazer um material regionalizado. Os preços praticados, não permitem que as grandes produtoras atendam clientes locais.

Já Campo Grande é um mercado muito diferente. Ele é pequeno em relação a muitos estados, porém é mais maduro, temos agências bem profissionalizadas. Acredito que isso se deva ao fato da distribuição das contas públicas entre muitas agências. Essa distribuição faz com que as agências possam se estruturar, investir em equipamento e pessoal, e assim possam também atender o mercado privado com qualidade. Aqui em Goiânia, por exemplo, as contas públicas ficam com poucas agências e isso empobrece muito as outras. Não há uma igualdade.

Papo: Vamos falar um pouco mais sobre o mercado de Goiânia. Quais as maiores dificuldades?
Beto: Goiânia é uma cidade que teve um grande crescimento nos últimos dez anos. A cidade cresceu, as empresas cresceram, outras nasceram e, consequentemente, o mercado publicitário amadureceu. Temos muitas agências, algumas com grandes estruturas e outras bem pequenas.

Ainda temos aqui alguns empresários que acham que comunicação é gasto. Que preferem não investir em material de qualidade, pois não conseguem entender a necessidade disso e o valor que isso trará à sua marca. É claro que os comportamentos estão mudando, mas o avanço é lento.

Aqui acontece algo que ocorre em muitas outras praças do Brasil: como a veiculação na TV tem um custo alto, as empresas tentam baixar ao máximo o custo de produção, isso faz a qualidade do material veiculado ser baixa. O empresário ainda não entendeu o recall que a propaganda bem feita traz a ele, essa economia na produção não vale a pena, porque mais vale veicular menos vezes um VT de qualidade, que faça sua marca ser lembrada de forma positiva pelo consumidor, que veicular milhões de vezes um VT ruim, cansativo. As agências precisam mostrar pros clientes a importância do recall, a famosa relação custo X beneficio.

O padrão de qualidade dos filmes veiculados aqui em Goiânia podia ser muito maior, mas a verba limita o trabalho das produtoras.

Papo: Por que agências de outros estados escolhem trabalhar com a Makro Vídeo?
Beto: Depende da praça. Alguns lugares preferem trabalhar com a gente simplesmente porque oferecemos uma qualidade de material elevada. Já os maiores clientes, que exigem uma produção diferenciada, mandam pra gente atender os jobs. Outras praças, como São Paulo, por exemplo, trabalham com a gente porque temos o mesmo padrão de qualidade deles, porém o custo praticado aqui em Goiânia é bem menor que o de lá, então eles nos procuram pela qualidade e preço.

Temos exemplos de grandes empresas daqui que são atendidas por agências em São Paulo. O que acontece com elas é que escolheram as agências de lá, mas como já conhecem a nossa qualidade de produção, vêm fazer os filmes na Makro. Isso é bom pra gente, porque nós temos que nos habituar a um padrão de exigência cada vez mais alto, com um padrão praticado em São Paulo. Porém, isso fragiliza o mercado daqui, quando as grandes contas procuram agências de lá, as agências daqui deixam de atendê-las, isso empobrece o mercado.

Papo: A comunicação está em constante mudança, agora mais do que nunca. Como você vê os novos formatos de filmes publicitários, agora veiculados apenas em meios on-line?
Beto: Isso poderia ser uma grande saída, mas atrapalha na negociação com o cliente. Porque quando ele vai investir em mídia, ele está preparado para um investimento mais elevado e entende que a produção vai ter um custo alto. Mas quando ele vai fazer veiculação apenas on-line, ele não quer investir numa produção de qualidade, já que não vai investir em mídia. Quer fazer tudo de graça.

Papo de Job na Makro Vídeo

Papo de Job na Makro Vídeo

Papo: Como a Makro Vídeo conseguiu sobreviver com sucesso num mercado tão diversificado e com mudanças frequentes?
Beto: A Makro Vídeo teve uma boa adaptação, esse é o segredo. Nós temos uma grande estrutura e uma grande equipe, porque isso foi montado ao longo dos anos. Hoje uma produtora já não precisa trabalhar com uma estrutura tão grande, nós nos adaptamos a isso e estamos contando com um número cada vez maior de parceiros. A Makro terceiriza algumas etapas do processo de produção, como finalização, por exemplo. O que a gente consegue com isso? Primeiro diminuir os custos. Conseguimos entregar um material mais barato, quando a gente terceiriza um processo específico. Além disso, a gente faz mais gente crescer. Quando passamos uma parte da produção para uma empresa menor, garantimos que ela cresça e se especialize cada vez mais e com isso melhore sua qualidade e aumente o faturamento.

Papo: Que recado a Makro Vídeo deixa para as agências?
Beto: Conte conosco! Estamos prontos para levar pros seus clientes, toda a qualidade que a marca dele merece ter.


É muito bom trazer pra Campo Grande a visão de uma grande empresa de fora para que as empresas daqui saibam que as dificuldades são as mesmas, independente do local. Foi muito satisfatório saber que a filosofia da Makro Vídeo valoriza a qualidade!

Desejo cada vez mais sucesso à Makro Vídeo! Separei alguns dos trabalhos para você curtir aqui no Papo, mas o portfólio completo está no site da Makro Vídeo.

Foi muito agradável conhecer a Makro e também quero conhecer a sua empresa. Vamos bater um Papo?

 

 

 

 

Você pode gostar...