Nos bastidores de uma palestra show

Larissa Lopes, Luiza Helena e Renata Scarpanti

Fotos: Alcides Neto – 
Bastidores de um evento, um show, uma palestra… o pessoal do live marketing sabe bem como é trabalhoso fazer com que o público curta um evento. E quem está lá como espectador, na maioria das vezes, não tem ideia de quantas pessoas e de quanto tempo foi investido ali, não é mesmo? Pros publicitários a mesma coisa, entregamos o “nosso show” pronto. O público não imagina o quão trabalhoso é, fazer ir ao ar um filme publicitário de 30 segundos.

Palestra de Luiza Helena, montada ao vivo, sem roteiro

Palestra de Luiza Helena, montada ao vivo, sem roteiro

Uma das palestrantes mais queridas pelo público, Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza, esteve em Campo Grande há uns dias e eu, espectadora atenta, percebi que o trabalho para preparar aquele evento não deveria ter sido fácil. Um dos motivos que me fez notar isso foi a agilidade com que a apresentação mudava, pra quem não sabe, a palestra da Luiza Helena é montada na hora, sem roteiros prontos, sem previsibilidade.
Em Campo Grande, o show fluiu facilmente, sem demora, sem perder o compromisso e o respeito com o público.

Para entender como aquela mágica era feita, busquei a equipe organizadora e cheguei na Renata Scarpanti, Assessora Executiva e ponto de apoio da Luiza na palestra. Formada em Secretariado Executivo, Renata trabalha com a Luiza há um ano e já tem uma rotina que não é pra qualquer um.

Renata explica pros leitores do Papo de Job, como é a rotina de preparar a palestra da Luiza Helena. Vamos acompanhar e se inspirar com ela?


Mas antes, que tal fazer sua inscrição no Canal do Papo no Youtube? Dá uma passada também no Facebook e Instagram, tem muita coisa boa por lá!


Renata Scarpanti - Magazine Luiza - Papo de Job

Renata Scarpanti

Papo: A gente sabe que você cuida de absolutamente tudo que envolve as palestras da Luiza. Quais suas principais funções ao lado da Luiza para que tudo dê certo?
Renata: Eu faço a triagem dos e-mails que a Luiza recebe com solicitações de palestras, desde o início eu analiso a data, local, horário e toda a logística necessária. Depois eu verifico a viabilidade da data com as minhas duas parceiras secretárias da Luiza, que cuidam de assuntos pessoais e de compromissos diversos.
Eu solicito a estrutura necessária, organizo os detalhes de viagem, deslocamento, avião, hotel, motorista, enfim todos os detalhes, com exceção da imprensa que eu passo pro meu colega Ricardo Carvalho, da Fonte Assessoria.
Com tudo isso pronto, colho um briefing mais personalizado com os organizadores do evento para entender o que eles querem ouvir da Luiza e depois faço esse repasse pra ela.
Na data da palestra geralmente me desloco pro local do evento com antecedência para verificar se todos os detalhes estão de acordo.
Em palestras onde não tem imprensa, eu também tiro fotos pra que ela coloque no Instagram e distribuo/recebo cartões de visita e presentes, até o final do evento, quando me asseguro de que ela está no carro com o motorista.

Renata concentrada, fazendo acontecer

Renata concentrada, fazendo acontecer

Papo: Como é trabalhar com uma das pessoas mais importantes do varejo brasileiro e acompanhar essa rotina?
Renata: Pra mim é uma honra, a Luiza é pessoalmente em seu dia-a-dia a mesma pessoa que vocês viram na palestra, simples, direta, prática, otimista e dinâmica.
Acompanhá-la exige muita atenção aos detalhes, bastante critério e uma energia que eu nem sabia que tinha, até começar a trabalhar com ela.

Papo: Quais os maiores desafios e glórias desta sua rotina profissional?
Renata: Os maiores desafios estão em cuidar de todos os detalhes, principalmente em palestras fora de SP, cidades que não conheço, pessoas que me conhecem apenas por e-mail e de quem cobro dezenas de exigências, mas por quem muitas vezes acabo criando um certo carinho, a esperança de retornar e fazer algo maior e ainda mais bonito.
Já as glórias não são muitas, a Luiza é a verdadeira estrela e ela é quem brilha. Tenho consciência do meu papel por trás da cortina, mas também sei que o sucesso da minha parte garante o brilho do evento. Eu diria que o aprendizado é a minha glória… risos.

Luiza Helena - Magazine Luiza - Papo de Job

Palestra em Campo Grande

Papo: Acompanhamos os bastidores de uma palestra da Luiza, com você operando. Como consegue montar as palestras da Luiza ao vivo, enquanto ela fala? Quais os recursos que você conta? Como faz dar certo algo que é imensamente desafiador e com todas os riscos de algo em real time?
Renata: Na verdade, utilizo o Power Point mesmo, nada de especial. Porém a palestra tem muitos slides que a Luiza decide na hora o que vai colocar, portanto trabalho no PowerPoint com as telas estendidas, sendo que uma é a que o público vê e a outra é um menu de onde escolho os slides.
O recurso que eu uso, mesmo não pode ser comprado, é uma mistura de muito estudo, esse “menu” eu sei quase praticamente de cor e vivo estudando-o, com uma concentração muito grande. Faz parte dessa minha concentração, chegar ao evento com antecedência, se possível não vou no mesmo veículo que a Luiza (não sei bem porque isso me ajuda a concentrar) e o briefing que mencionei anteriormente é parte fundamental disso, pois nele eu sugiro a maioria dos slides pra Luiza portanto sei (às vezes..rsrs) a direção que ela vai tomar. Vocês devem imaginar que isso já deu meio errado diversas vezes e cada uma delas foi um aprendizado. Salientando que esse sistema maravilhoso não foi idealizado por mim, e sim por uma “Jedi”, chamada Gisele que trabalhou com a Luiza por 11 anos e eu tenho a honra de hoje substituir, e também de chamar de amiga. Meu mérito foi aprender a lidar com esse sistema em apenas 2 meses.
Nota do Papo: São mais de 700 slides e 80 vídeos, para serem escolhidos exibidos na hora. Uau.

Papo: O que você mais admira na Luiza?
Renata: O dinamismo, sem dúvida.

Papo: Como era sua visão sobre a Luiza, antes de trabalhar com ela. Qual a impressão mais errada que você teve e ela desfez? No que ela mais te surpreende?
Renata: Todo mundo tem uma visão meio holliwoodyana da Luiza, porém ao conviver com ela, aprendemos que ela é uma pessoa normal, com qualidades e defeitos, humana e cotidiana. A impressão mais errada que tive dela é de que ela não se aproximaria muito de mim, porém ela sempre pergunta da minha vida, família, filha, o blush que eu uso, coisas normais. Luiza sempre me surpreende com o dinamismo dela.

Renata, em ação

Renata, em ação

Papo: O Papo de Job sempre tem essa filosofia de ver quem faz a coisa acontecer… quem rala nos bastidores. Qual a maior recompensa que seu trabalho lhe permite?
Renata: Minha maior recompensa é a devolutiva das pessoas após a palestra, quando recebo mensagens e e-mails dizendo que a palestra mudou sua visão da vida, que o fez repensar a vida e que foi ótimo.
Isso sem dúvida é a minha melhor recompensa. Se bem que ouvir da Luiza que eu fui muito bem, também ajuda bastante no balanço do final do dia.

Papo: Na palestra, Luiza fala que todos devemos ser “Agridoce”. Quem te conhece percebe em você uma pessoa muito exigente, detalhista e às vezes até inflexível, mas uma profissional muito doce quando se descobre de perto. Agridoce define você?
Renata: Nunca tinha me visto por esse ângulo, rsrs. Sei que sou muito exigente mesmo, mas acredito que isso faz parte de um pacote que faz o meu trabalho dar certo. E realmente sou bem diferente “ao vivo”, mas, por favor, não conte pra ninguém, pois tenho que manter minha fama de “fera”..rsrs
Agridoce? Com certeza é uma das minhas definições.

Você pode gostar...