Nossa combinação preferida: Ricebean

Ricebean

Sabe quando você conversa sempre com uma pessoa pelas redes sociais, tem uma afinidade, mas nunca viu pessoalmente?! Então… foi o que aconteceu comigo e com a moça desse Papo. O nome dela é Natalia e ela me apresentou o Rafa assim: Esse é meu companheiro de trabalho e de vida. Achei tão fofo.
Tô falando do casal que assina o material do Ricebean Studio, Natalia Azevedo e Rafael Mota.

O Estúdio atua basicamente em três frentes: design, 3D e manipulação de imagens. E as possibilidades de combinação entre elas são vastas. Eles ressaltam que é design, não apenas design gráfico, pois atuam muito mais do que só com gráfico, se envolvem com o espaço, com a interação, com todo universo ao redor.

Ricebean Studio

Larissa, Natalia e Rafael

Papo: Como é o trabalho de um estúdio?
Natalia: Desde que chegamos em Campo Grande acontece muito de confundirem o trabalho do estúdio com o de uma agência de publicidade. Recebemos pedidos para trabalharmos a “publicidade do negócio”, então explicamos a diferença entre nosso escopo de trabalho e o de uma agência. Muitas vezes o cliente não conhece essa diferença e fala em publicidade, mas na conversa percebemos que a necessidade dele é reposicionamento de marca ou uma nova identidade visual. Em resumo, o nosso trabalho, no âmbito do design, consiste em desenvolver projetos para empresas que desejam se posicionar, se apresentar e se comunicar de forma consistente.

Papo: Que tipo de clientes vocês atendem?
Natalia: Não existe um tipo específico de cliente para o que fazemos. Eles vão desde profissionais liberais, de micro a grandes empresas, dos mais variados setores, até agências de publicidade, outros estúdios, escritórios, produtoras e por aí vai.

Ilustração 3D. Projeto pessoal do estúdio.

Ilustração 3D. Projeto pessoal do estúdio.

Papo: Como é o mercado de design em Campo Grande?
Rafa: Já realizamos alguns projetos para clientes locais, mas a maioria dos nossos projetos são para clientes de fora do estado, principalmente Rio de Janeiro e São Paulo, além de projetos que fazemos para fora do país. Porém, a busca pelos nossos serviços por clientes de Campo Grande tem aumentado, o que nos deixa muito felizes.

Papo: E o nome Ricebean, como Surgiu?
Rafa: Como todo universitário que trabalha com criação, eu fazia muitos freelas e foi na faculdade que conheci o Elio Fontoura e somos grandes amigos desde então. Uma coisa levou a outra e decidimos montar uma “parceria de criação” para pegarmos trabalhos publicitários juntos. E foi em um momento onde precisávamos passar um orçamento para um cliente que surgiu a Ricebean. Fizemos um brainstorm na casa do Elio em uma noite de quarta-feira e começamos a despejar ideias malucas para um nome. Na época éramos inexperientes e ávidos para criar, então não havia muito do processo que utilizamos hoje, a ideia era que o nome tivesse uma boa sonoridade, independente do seu significado, contanto que não fosse pejorativo. Falamos os nomes mais absurdos que se possa imaginar e não me lembro o porquê de chegarmos a Ricebean, foi paixão à primeira vista, e no dia 1º de maio de 2007 nascia a Ricebean Design Store.

A vida nos levou para objetivos diferentes e acabamos por dissolver a sociedade. Um tempo depois conheci a Natalia e no ano seguinte eu já estava morando no Rio de Janeiro, por causa dela. A convidei para se juntar a mim na Ricebean, pois sempre a achei muito talentosa. Seu trabalho sempre foi e continua sendo uma grande inspiração para mim.

Packshot 3D e design do rótulo para uma pequena cervejaria artesanal carioca.

Packshot 3D e design do rótulo para uma pequena cervejaria artesanal carioca.

Papo: Vocês têm projetos de desenvolvimento para mercado de Campo Grande, né? Conta um pouco disso.
Natalia: Sim. Estamos numa fase importante de mudanças e crescimento. Depois do Curso de Quadrinhos, estamos planejando uma quarta frente que envolve cursos e oficinas de formação profissional nos setores de design, ilustração, história em quadrinhos, literatura entre outros. Entendemos que temos nossa parcela de responsabilidade com o lugar onde estamos hoje, Campo Grande. O bom disso, é que nós estaremos sempre aprendendo coisas novas, proporcionando isso a outros profissionais e dessa forma, contribuindo com o cenário local.

 

É claro que essa parte de trabalhar pelo desenvolvimento do mercado, faz os meus olhos brilharem. Parabéns, Ricebean! Adorei conhecer o trabalho de você e o Papo deseja cada dia mais sucesso e está sempre à disposição para todos os projetos!
Você viu ao longo da matéria um pouco do material produzido por eles. Deixo aqui mais alguns e o convite para acompanhar tudo pelo Facebook.

Marca para uma pequena cervejaria artesanal carioca.

Marca para uma pequena cervejaria artesanal carioca.

 

Packshot 3D para empresa de bebidas isotônicas de Nova York.

Packshot 3D para empresa de bebidas isotônicas de Nova York.

 

 

Packshot 3D feito como estudo pessoal do estúdio para testar aplicação de gotas em 3D

Packshot 3D feito como estudo pessoal do estúdio para testar aplicação de gotas em 3D

 

Ícones para o lançamento da plataforma da empresa cariosa Biz.u

Ícones para o lançamento da plataforma da empresa cariosa Biz.u

 

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. 27 de novembro de 2015

    […] com gente que também quer isso. O Papo de hoje é feito por um casal que você já viu por aqui, Natalia Azevedo e Rafa Mota, do Ricebean Studio. Hoje eles vão compartilhar no Papo tudo que eles viveram e aprenderam na […]