Ricardo Martins: Organizar a agência pode mudar tudo. Mesmo.

Ricardo Martins

Que tal rever processos internos e trabalhar de maneira eficiente em sua agência? Ricardo Martins pensou nisso e desenvolveu uma fórmula para oferecer às agências mais tempo, produtividade e rentabilidade. Palavras mágicas em momento que se fala de crise com tanta ênfase.

Ricardo, que mora em Curitiba, é professor, consultor em design estratégico, branding e inovação e desde 2013 atua como consultor focado em escritórios e agências de publicidade.

Segundo ele, é possível reduzir bastante o tempo de desenvolvimento de cada campanha, apenas organizando os processos e otimizando tempo. Assim a agência consegue aumentar os lucros sem aumentar os preços. E isso muda completamente o cenário.

Parece impossível, né?! Por isso, eu trouxe Ricardo Martins pra explicar direitinho como a sua agência pode estar errando e como ele pode te ajudar a corrigir isso.

Ricardo Martins

Ricardo Martins

Papo: Como funciona o processo?
Ricardo: A palavra chave é esta mesmo: processo.
Pensando sobre o jeito de fazer as coisas. Quantas agências já pararam para refletir sobre o jeito de fazer as coisas? O meu trabalho tem como objetivo fazer as agências melhorarem os processos internos e trabalharem de maneira eficiente, em menos tempo, com menos desgaste, menos custos e equipes menos estressadas. O resultado? Mais tempo pra ficar com a família, projetos entregues em menor tempo para o cliente, mais projetos feitos por mês e mais lucratividade. O tempo de entrega de uma campanha pode cair de 30 para 10 dias, por exemplo.
Nesses tempos de crise, com menos clientes e menor faturamento, melhorar os processos pode fazer toda a diferença. Com o processo ajustado, é possível reduzir os custos e aumentar o lucro, sem precisar aumentar os preços. Isso pode representar a diferença entre sobreviver a crise ou fechar as portas.

Papo: O que é um processo?
Ricardo: São muitos os tipos: os processos de orçamento, planejamento, criação, pesquisa, produção gráfica, apresentação. Um processo descrito de maneira simples é toda atividade que possui uma entrada de informação, um processamento e uma saída. Uma agência é um grande processador de informações. De um lado entra o briefing do cliente, as pesquisas sobre os consumidores e os concorrentes, isso tudo é transformado pelos planejadores, diretores de arte, designers e do outro lado saem as campanhas, os layouts, as ações de marketing, os efeitos sobre o mercado. Em resumo, uma agência é puro fluxo de informação, de um lado entra informação e do outro lado sai informação também, como resultado desses processos

Aprendendo com a melhor do mundo
A maior autoridade sobre qualidade em processos no mundo chama-se Toyota. É isso mesmo, a famosa montadora de carros japoneses. Todas as técnicas que a Toyota usa para fazer os melhores carros do mundo são aplicadas por mim para otimizar os processos de uma agência de publicidade e comunicação. Sim, as agências não montam carros, mas montam layouts, montam planos de mídia, montam relatórios, montam campanhas. Essa montagem pode ser mais ou menos demorada, ter mais ou menos desperdício.

Papo: Cite exemplos de processos errados.
Ricardo: Eis alguns desperdícios que as agências podem ter:
– Um job precisa ser feito duas vezes por causa de um brief errado
– Um job demora para ser aprovado pelo cliente
– Um layout fica incompleto porque faltaram informações
– Um diretor de arte precisa subir as escadas para ir buscar uma impressão
– Um planejador salva 10 versões de um relatório com nomes diferentes
– Os arquivos da agência ficam espalhados em computadores diferentes
– O atendimento cria documentos enormes com informações que ninguém usa
– Quando um funcionário não vem trabalhar, ninguém consegue achar as informações ou arquivos

Papo: Como o trabalho é feito?
Ricardo: Como melhorar o processo da agência? É preciso passar por 3 etapas: mapear o processo atual, analisar os desperdícios em conjunto com a equipe da agência, criar um novo mapa com o processo melhorado e colocar o novo processo em prática, gradualmente.

Papo: Quanto tempo demora a consultoria?
Ricardo: O tempo total do projeto depende de alguns fatores: Quantos processos vão ser analisados e melhorados? Quanto tempo a agência terá para participar do projeto? Numa média, o tempo gira em torno de dois meses, e já apresenta resultados em seguida.

Papo: O trabalho é direcionado para agências de que porte?
Ricardo: Qualquer porte de agência pode ser beneficiado pela melhoria dos processos.

Legal, né?! Você ficou curioso para trazer Ricardo Martins para sua agência? É só entrar em contato pelo site e Facebook.

Você pode gostar...