SOCORRO: propaganda demite até Papai Noel

É, não tá fácil pra ninguém.
Depois de ler uma matéria sobre o roubo de um helicóptero, por um Papai Noel, resolvi pensar um pouco mais sobre o “bom velhinho” e prestar atenção a algo que está acontecendo silenciosamente em nossa atividade de publicitários: estamos abandonando o Papai Noel.
Ele, que é o maior ícone lúdico do Natal e o mais conhecido garoto propaganda, está virando figurante ou simplesmente desaparecendo. Podemos estar assistindo a morte lenta de um ícone.

Papai NoelSem entrar em discussões filosóficas e religiosas, vamos nos deter no papel comercial dessa imagem, sem falsos pudores, afinal Natal é sim negócio.
Ele sempre foi um grande vendedor, seduzindo crianças e suas famílias, traduzindo imagem de alegria, compaixão e igualdade de sonhos.
E na propaganda sempre funcionou muito bem, mas então, por que ele está sendo deixado de lado?
Não é porque ele é gordo, barbudo e veste vermelho que ele precisa ser abandonado. Tá bom, vamos esquecer alusões políticas e foquemos no Noel.

Será que nossos publicitários e anunciantes esqueceram das sensações das crianças na espera interminável pela noite de Natal?
E a emoção de acordar mais cedo no dia 25 de dezembro para olhar embaixo da cama, ou da árvore, pra descobrir se o Noel deixou algum presente?
Lembra como é lindo aquele sobrinho, ou filho, com os olhos brilhando ao ver a imagem do Papai Noel naquela propaganda??
Onde estão essas sensações?
Elas não merecem mais ser compartilhadas com as novas gerações?

Agora Natal é assumidamente “compre, compre, compre”? Antes era um pouco mais disfarçado, pelo menos.
E hoje tudo se resume a concorrer a Prêmios que são (às vezes) sonhos dos adultos…
Ações de eficiência muito duvidosa no marketing.

Observei as principais campanhas publicitárias deste Natal em Campo Grande e listei as condições de participação e algumas conclusões. Acompanhem:

Natal ACICGAssociação Comercial de Campo Grande
A entidade busca dar uma agitada no mercado e colocou sua campanha na rua, que sorteará um VW Up e duas motos Honda CG 150 entre os clientes das lojas participantes. A Campanha “Comprar Aqui é Mais Natal“, que tem o patrocínio do Governo MS, promete premiar ainda o comerciante e o vendedor listados em cada cupom sorteado.
A ação vai até 9 de janeiro, mas nada de Papai Noel nessa campanha de Natal.
Na verdade só ficou o gorro dele.
O “grande vendedor” merecia um espacinho.


Bosque dos Ipês
Natal BosqueO Shopping mais novo de Campo Grande tem, de longe, a decoração mais bonita. A Casa de Chá do Papai Noel é encantadora. Eles capricharam na escolha, e o legal disso é que dá um ânimo pros lojistas e atrai o público. Uma pena o Papai Noel estar quase como figurante no Shopping. Ele recebe as crianças em sua cadeira, posicionada em um dos extremos do Shopping, ou seja, precisa de uma boa caminhada, que se justificaria pra provocar o público a passar em frente de outras lojas, mas infelizmente ainda há mais tapumes que lojas no percurso. Uma pena.
Já a promoção dá um cupom a cada R$ 200,00 em compras e o consumidor concorre a dois vale-compras de R$ 25.000, nas lojas do Shopping na Leroy Merlin (!!). As peças de campanha, não incluem o Noel. O apelo de “Natal Mágico” tem a representação de uma família e alguns personagens que não entendi se são duendes, esquimós estilizados ou outro ser.


Sonho-de-NatalShopping Campo Grande
O mais antigo e tradicional Shopping da capital adotou a decoração da Disney e o Papai Noel reina absoluto com sua poltrona em frente à árvore com todo ambiente personalizado da Disney Júnior, que conta com a participação eventual de personagens que a meninada conhece bem: Sofia e Jake.
Top of Mind para o consumidor, o Shopping sorteará um Kit de Produtos LG, na campanha “Sonho de Natal“.  O kit inclui 12 itens: TV UHD LG 65′; X Boom Pro; home theater HT Torre Premium, sound bar; celular LG G4 Single – Titânio; celular LG G4 Dual – couro marrom; tablet G PAD 10.1 – branco; ar-condicionado Libero Art Cool; micro-ondas Grill 30L; lava e seca 10,2kg branca;  computador All in One e um notebook LG Ultra Slim.
O cliente concorre com um cupom a cada R$ 350,00 em compras (o valor mais alto entre as campanhas).
Mas infelizmente o Noel, tadinho, não teve espaço nas peças publicitárias.
Uma notícia boa é a Caravana Coca-Cola, que escolheu o Shopping como ponto de partida na capital. Será no dia 08/12, terça, às 19 horas. Chegue cedo. Vai bombar.


Shopping Norte Sul Plaza

Natal Norte SulCom 4 anos, o Norte Sul Plaza consolidou seu público e neste Natal garante, entre seus concorrentes, o melhor prêmio ao cliente: um apartamento no valor de R$ 112.750,00.
E para concorrer basta trocar cada R$ 100,00 em compras por um cupom (o valor mais baixo entre os Shoppings). A campanha “Natal Encantado” segue a linha das demais de 2015, usando Mariana Ximenes como garota propaganda.
Os marmanjos podem até gostar, mas o Noel ficou triste com a substituição.
Tudo bem, é possível ganhar um sorriso do bom velhinho no Shopping. Ele recebe o público logo na frente do Castelo, onde a criançada pode, com um trenzinho, conhecer o interior. Mas ele, o Noel, sente falta de aparecer na campanha. E a gente também.

Natal Pátio
Pátio Central Shopping
Eleito pelo consumidor como “Melhor lugar para comprar”, o Pátio lançou seu “Natal Mágico” e valorizou o bom velhinho, que teve carreata pelo centro para sua chegada e foi o único Shopping a usar na campanha o mais conhecido garoto propaganda de Natal.
E ele realmente reina e encanta logo na entrada do Pátio. Sua poltrona está a cinco passos da porta. Impossível resistir a uma recepção dessas. Ah, e o prêmio será um VW Up. Para concorrer, cada R$ 100,00 em compras valem um cupom (também o valor mais baixo, igual ao Norte Sul).


Alguns podem até argumentar: “mas Papai Noel em campanha de Natal é o óbvio”. Sim, mas é o óbvio que funciona. O resto é risco, às vezes desnecessário ou ineficiente.

Tirando-o-MacacoEssa discussão lembra aquela velha piada, ou fábula, do meio publicitário, em que o atendimento apresenta ao cliente um comercial de TV, e o material fazia referências ao filme King Kong, grande sucesso nos cinemas, na época. Na cena final, o gorila mostrava o produto em cima do Empire State Building. Filme apresentado. Silêncio na sala. O diretor de marketing do cliente então, lenta e calmamente, disse que havia gostado demais, e que tinha apenas um pedido de ajuste a fazer para a agência: Dá para tirar o macaco??

Se o que vale para o anunciante é o resultado, não se pode esquecer o que leva até ele.
São os ícones, signos e imagens fortes que atraem o público.
É comum ver anunciantes reclamarem que cada vez mais suas campanhas estão “reféns” de prêmios.
Mas adotam justamente este caminho mais cômodo.
Que tal da próxima vez construir valor, relacionamento e sensações?
O público está sempre esperando isso.

Feliz Natal!

Você pode gostar...